Monday, December 04, 2006

E na Parada de Ônibus.. (Ficção)

Quem é aquele menino olhando para mim do outro lado da rua? É bonito, hein?
Ai meu Deus, ele ainda tá olhando. Deve ter me achando gorda, já que eu tô enorme mesmo. A cara dele é de riso, ele tá sorrindo? Não, eu conheço aquele olhar, é de ironia. Ele tá achando algo engraçado em mim. Dessa distância ele só consegue ver uma bola mesmo. Ele tá atravessando a rua, a cara de cínico tá aumentando. Cadê esse ônibus que não chega? Será que ele ainda tá olhando pra mim? Está. Quem é ele afinal, acho que conheço de algum lugar. Bom, se ele me conhecer, que venha falar comigo. Mas ele tá me encarando mesmo, agora. Será que é o meu cabelo? Não, acabei de pintar de vermelho, tá lindo. Ou ficou um pedaço de alface no meu aparelho? Passei a língua no aparelho, não pareceu sujo. O que ele tá olhando tanto com essa cara irônica? Ah, vou parar de olhar para ele, tá tirando onda com a minha cara, eu não tô com paciência pra isso não. Nem conheço ele. Será que é a minha roupa? Droga, ele continua olhando, que cara de pau! Vai passar por mim agora, vou parar de olhar para ele. Ônibus desgraçado que não chega. Ele passa por mim e diz:
_Você é linda, viu? Pela cara que você me fez, acho que não quer me conhecer não. Mas, de qualquer maneira, tá aqui o meu telefone - e me entregou um papelzinho.
Peguei e disse que estava tudo bem. Sorri pra mim mesma.

5 comments:

Anonymous said...

Você está evoluindo cada vez mais, continue escrevendo e expondo sua criatividade.

Raíssa

Samuel Gois said...

auahauahuauahuah - Grande sabedoria esse texto possui

ŦąՅเσ™ said...

graaaaande sabedoria, ô!

Anonymous said...

gostei do cabelo vermelho \o/
HAHAHAHAHAHAHA
;p

Anna said...

Hahaha...Muito bom!
Isso não acontece comigo!! ://
rsrs..